01/09/15

Dos caminhos



"Qualquer caminho leva a toda a parte.
Qualquer ponto é o centro do infinito."

(Fernando Pessoa) 


Querido setembro, chegaste tão depressa... Deixa ainda prolongar o que foi este agosto tão bom, os dias longos e sem relógios, as noites quentes e tranquilas. Deixa que os caminhos que ainda vamos conhecer sejam tão felizes como os que deixámos com saudades para trás. Deixa que o infinito que descobrimos em cada momento se prolongue em nós. Traz o trabalho devagarinho, tão devagarinho como esta brisa que ainda me traz calor e sabor a mar. Vamos regressar assim, de mãos dadas, felizes e plenos pelo tanto que vivemos neste verão tão doce.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário