02/09/14

Perdidos








Um dia só para nós. Para vivermos (ainda mais) este amor que nos une. Sem horários, sem rotinas, sem preocupações. Sair à descoberta e saber que vamos ser felizes só porque estamos juntos, aconteça o que acontecer. Podermos caminhar de mãos dadas, parar simplesmente para um beijo ou para olhar a beleza com que o mundo nos brinda. Olharmo-nos olhos nos olhos, demoradamente, como gostamos. Foi assim este dia, sem mapas nem gps, sem orientações. Apenas para ir e viver. Um dia pela nossa lindíssima costa vicentina, para descobrir as praias mais bonitas (as mais bonitas para nós foram a Praia da Figueira e a do Murração) e para nos perdermos. Para irmos parar a alguns sítios que não sabemos como se chamam, mas não importa. Sorrimos por isso. Importa a beleza que nos cercou e aquela que partilhámos, em cada momento. Porque é destes caminhos que fazemos a nossa vida. É assim, perdidos, que tantas vezes nos (re)encontramos.


Sem comentários:

Enviar um comentário