03/09/14

O melhor das férias


Este foi o primeiro ano de férias "a sério" do meu filho. O ano passado era muito pequenino e, embora já tenha aproveitado a praia, só este ano percebeu realmente o que era e aproveitou tudo plenamente. É incrível como as crianças são capazes de passar o dia inteiro na praia e não se cansam, arranjam sempre brincadeiras e têm uma liberdade que acho que só é possível mesmo neste contexto. Nós somos muito cuidadosos com o sol e nunca passamos um dia inteiro na praia, respeitamos sempre os horários proibidos e aproveitamos para descansar nessa altura. Mesmo assim, o tempo que passámos na areia pareceu infindável de tão bom que foi! Fizemos piscinas à beira mar, apanhámos estrelinhas do mar, conchas, búzios e caracóis e até um caranguejo pequenino. Molhámos os pés, mergulhámos, sentimos o sal na pele. Comemos bolas de berlim, passeámos de mãos dadas, fomos à descoberta. Foram dias tão, mas tão felizes, serenos e vividos tão intensamente que é difícil descrever e impossível de fotografar. Ficam as memórias doces que nos dão força e uma esperança renovada para o ano que aí vem. Estamos juntos. Amamo-nos. Tudo o resto são só coisas. E há-de correr tudo bem. 

O melhor das nossas férias:

|| Ver a alegria e surpresa do meu filho ao chegar à casa de férias e gritar "UAU!" para tudo o que descobria pela primeira vez. Foi uma excitação para todos!
|| Ouvi-lo começar a cantarolar (e fazê-lo a toda a hora, enquanto brinca, no carro, quando vai mudar a fralda - diz que é a música da "ama");
|| Fazer piscinas à beira mar. Pôr as mãos na areia molhada. Esquecer os "banhos de sol" de antigamente e desfrutar da brincadeira;
|| Ganhar coragem para entrar na água fria e sentir cada pedacinho de pele revigorado por aquele imenso mar azul sereno;
|| Dormir a sesta. Sem horas. Sem preocupações;
|| Esquecer telemóvel, e-mail, facebook. Desligar e ligar-me apenas ao meu mundo;
|| Ver as estrelas deitados no terraço, à noite;
|| Acordar mais cedo que todos, ver a vida a despertar e o areal mais bonito do mundo deserto;
|| Ter tempo para nós;
|| Ser livre e sentir-me leve;
|| Simplesmente estar;
|| Viver, agradecer a cada momento e ser feliz.


Sem comentários:

Enviar um comentário