07/09/14

Devagar



Ainda me custa sentar ao computador, pegar em livros, fazer apontamentos, escolher imagens... ainda me custa organizar pensamentos, pensar em gestão do tempo, sair do sofá... ainda não arrumei a mala, que está no mesmo sítio desde que saí para férias... Amanhã começam os dias a sério, com viagens, horários, (re)ver pessoas e eu ainda ando assim, ao ritmo das ondas e das gaivotas. Lembro-me de um momento em que me disseram que não é preciso estarmos sempre em movimento. Que há momentos em que precisamos parar e ir mais devagar. Muitas vezes é assim que (re)encontramos o rumo. E o ritmo certo.


Sem comentários:

Enviar um comentário