05/05/14

Educação e paciência


Hoje em dia, tudo o que demora mais de dois minutos já é lento, obsoleto, ultrapassado e motivo de queixas. Queremos resultados na hora. Em tudo. Mas em educação as coisas não funcionam desta forma. Educar é semear e a semente demora o seu tempo a germinar, a crescer e a estar pronta para dar fruto... Nada disto parece importar. Queremos uma receita, um comprimido, um milagre, uma estratégia, uma solução, qualquer uma, para acelerar o processo. E muitas vezes aceleramos. Vezes demais, na minha opinião. Porque há coisas que precisam de tempo. É tão simples como isso. E vamos atrás dessas receitas que nos dizem ser milagrosas, corremos de uma para outra na ânsia de encontrar essa pílula do sucesso, até que... desanimamos. Pois é. Esse desânimo vai continuar sempre a aparecer enquanto nos esquecermos que educar é semear e que a colheita só se faz a longo prazo e nem sempre tem os resultados desejados, pois as sementes estão sujeitas a muitas intempéries nesse percurso... Ser paciente e acreditar. São talvez os ingredientes mais importantes para quem é educador...


Sem comentários:

Enviar um comentário