14/01/14

Deixem-nos brilhar

Diogo tem 16 anos e tinha um sonho. Está a vivê-lo intensamente e a inspirar muitos que o seguem e ouvem nas suas atuações no programa Factor X. Não sigo o programa, mas sigo-o a ele. Desde a primeira que o vi nas audições não consegui ficar indiferente ao brilho que tinha no olhar, no sorriso e nas palavras. Quando o ouço esqueço que tem apenas 16 anos, mas o olhar denuncia-o sempre. É um miúdo giro, como costumo dizer, tem um brilho muito bonito e quando o vejo penso em como há tantos miúdos por aí assim, com brilho e com um sonho. Penso em como muitas vezes há quem lhes diga que esses sonhos são ridículos, que passam com a idade, que a vida é dura, e muito mais coisas terríveis que os adultos dizem porque muitas vezes já se esqueceram que também foram miúdos assim, com sonhos. Se isso tudo for verdade (ainda bem que há muitas pessoas que pensam e fazem diferente), eles terão o seu tempo para descobrir, por eles. Mas, por enquanto, apetece-me dizer: deixem-nos brilhar! Não há nada mais bonito que um jovem com sonhos.
Recordo a partilha de uma professora, há algum tempo, sobre um aluno de 15 anos que não tem sonho nenhum, não demonstra nenhum interesse, não gosta nem quer fazer nada. Fiquei a pensar nesse jovem, no que lhe terá acontecido de tão grave e triste para que, aos 15 anos, nada o entusiasme ou motive. Isso sim, é preocupante e deve ser motivo de especial atenção e cuidado.
Penso em todos estes jovens, no Diogo e naqueles de quem não sabemos o nome, que se cruzam neste mundo e têm sortes tão diferentes por variados motivos. E nesses momentos, é bom, muito bom e inspirador ouvir estas palavras:

"Tu tens que agir" 


Sem comentários:

Enviar um comentário