18/10/13

Da arte de questionar



«A exposição interrogada gera a dúvida, a dúvida gera o stresse positivo, e esse stresse abre as janelas da inteligência. Assim formamos pensadores e não repetidores de informações. A exposição interrogada conquista primeiro o território da emoção, depois o palco da lógica e, em terceiro lugar, o solo da memória. Os alunos ficam supermotivados, tornam-se questionadores e não uma massa de pessoas manipuladas pelos "media" e pelo sistema.
A exposição interrogada transforma a informação em conhecimento, e o conhecimento, em experiência. O melhor professor não é o mais eloquente, mas o que mais instiga e estimula a inteligência.»

Augusto Cury, in "Pais Brilhantes, Professores Fascinantes"

Sem comentários:

Enviar um comentário