16/05/13

O meu motor


O que nos move? O que nos faz optar por um ou por outro caminho? O que nos faz sentir bem ou mal, satisfeitos ou insatisfeitos, perante uma determinada situação? Com base em que é que construímos a estrada da nossa vida?

A voracidade do tempo e o stress do dia-a-dia "obrigam-nos" a tomar decisões de forma quase impulsiva, sem que paremos para pensar no que verdadeiramente nos motiva. O motor da nossa ação, o que dá significado à nossa vida são os nossos valores... Ouvimos atualmente com frequência as pessoas dizerem que "vivemos um tempo sem valores", ora, isso não é de todo possível, pois todos nós temos, ao longo da nossa vida, valores. A verdade é que os valores mudam, consoante o tempo que vivemos, as necessidades que temos, as adversidades por que passamos. No entanto, eles existem, sempre. Certamente já deu por si a questionar-se sobre o que é mais importante, tendo em conta a crise que em que o nosso país se encontra, e cujos efeitos todos sentimos. Muitas vezes pensamos "se não posso ter tudo", o que prefiro ter, de que vou abdicar, de que não abdico, aconteça o que acontecer? As respostas estão relacionadas com os valores, ou seja, com o que é mais importante para cada um de nós.

Se nos reunirmos em grupo e conversarmos acerca dos valores, perceberemos rapidamente que eles são diferentes de pessoa para pessoa, ou, quanto mais não seja, a sua hierarquia. É esta diferença que tantas vezes está na origem de conflitos interpessoais, seja nas relações pessoais seja a nível profissional. Como muitas vezes estes motores são inconscientes, acabamos por não ter a noção de como interferem e potenciam os conflitos. No entanto, quanto melhor conhecermos os nossos valores e entendermos que os do outro são diferentes, melhor conseguimos comunicar e, consequentemente, relacionarmo-nos com os outros. Comecemos por pensar nos nossos valores em primeiro lugar...

Vamos a mais um desafio? Imagine a festa do seu 90.º aniversário. Se preferir feche os olhos, sinta os cheiros, visualize a decoração, decida o que está em cima da mesa, quem são os convidados, que música está a tocar. Agora ouça o que cada um deles tem a dizer sobre si. O que quer ouvir? O que o faz feliz e comove quando falam sobre a sua vida? Este exercício muito simples vai ajudá-lo a trazer ao de cima o que é mais importante na sua vida, ou seja, alguns dos seus valores.

Descubra o que pode aprender...
Saiba mais AQUI

Sem comentários:

Enviar um comentário