20/05/13

Hoje é o dia!



Quanto tempo por dia passa a planear a sua vida? Quantas horas dedica a um objetivo que tem? Muitas vezes passam-se dias sem se lembrar dele? Ou até se lembra, mas pensa “amanhã faço, hoje estou muito cansado”? O que é que faz com que atinja ou não atinja um objetivo?

Porque é que não atingimos os nossos objetivos? Muitas vezes porque, pura e simplesmente, não os planeamos adequadamente e não lhes dedicamos o tempo necessário. Vamos adiando, procrastinando, dizendo e suspirando “um dia hei-de…”, “gostava tanto de…” e colocamos o nosso olhar sonhador, mas ficamos parados, sem definir o que precisamos fazer para o conseguir. O que é que nos falta? PLANEAMENTO! AÇÃO! Não nos faltam certamente os recursos, muito menos nos falta a capacidade para fazermos aquilo que nos propomos! Então o que fazer?

Primeiro definir o que pretende, um objetivo que o motive, que faça os seus olhos brilharem! E, muito importante, que dependa o mais possível de si! Defina-o pela positiva! Por exemplo, se pretende perder peso, o seu objetivo não deve ser “não quero pesar 90kg”, mas sim “quero pesar x" (consoante o que pretender). Isso aumenta a consciência do que quer e direciona-o para o atingir, logo, para a ação.

Outro aspeto importante é definir um prazo, pois se não o definirmos continuaremos a dizer “um dia vou pesar”, e esse dia vai-se adiando, adiando e… adivinhe, não chega… Por isso mesmo, defina uma data, um horizonte temporal, desde que seja exequível, ou seja, perder 20kg num mês certamente não é exequível, nem saudável… Então, pense no que é possível de acordo com os seus recursos e defina esse prazo.

Agora pense nos pequenos passos que precisa de dar. No fundo, o que é que vai fazer, todos os dias, em direção ao seu objetivo? Quanto tempo lhe vai disponibilizar? Invista no que deseja! O seu objetivo precisa de ser alimentado, todos os dias! Passo a passo torna-se mais fácil e mais leve do que se deixar tudo para a véspera, como é tão típico nosso… Lembre-se que se dividir esse caminho em pequenas etapas aumenta as hipóteses de o atingir!

De seguida, vamos a um exercício de visualização. Feche os olhos, imagine-se no momento em que atingiu o objetivo que definiu, no prazo que estipulou. Como se sente? Como está o seu corpo? Que emoções está a viver? Comemore esse sucesso! Ver-se nesse momento aumenta a sua força, os seus recursos e potencialidades para que, de facto, o viva!

Há muito mais a dizer sobre objetivos, por isso voltaremos a este tema!
Por agora... quer saber mais?

Então, venha participar no curso "(Escre)Ver-me"!
É já dia 7 e 8 de junho, em Coimbra!

Nota: A imagem faz parte da genial campanha "Hoje é o dia", da Nicola.

Sem comentários:

Enviar um comentário